Atari VCS entra em pré-venda e são dados a conhecer os specs finais da consola!

A Atari VCS, uma consola de nova geração com inspiração retro, entrou recentemente em pré-venda através do Indiegogo e até ao momento ultrapassou em 2703% o valor pretendido!

Com o inicio desta campanha, foram divulgadas oficialmente as especificações técnicas finais da consola.

Esta contará com um processador A10 da AMD (anterior aos Ryzen), placa gráfica Radeon R7 agregada à CPU, 4 GB de memória RAM DDR4, 32 GB de armazenamento em eMMC – um tipo de SSD mais lento e mais barato, que no entanto poderá ser expandido com recurso a discos externos e pendrives.

O icónico joystick da Atari está de volta melhor do que nunca, com ligações via bluetooth ou USB.

Outras das premissas da consola é o conteúdo 4K, mas este é um atributo vago, que pode por exemplo estar relacionado com conteúdo vídeo, como o Netflix, já que o processador A10 tem potência suficiente para que a Atari VCS reproduza vídeo e streaming em UHD.

Na realidade, podemos esperar que a Atari VCS tenha a capacidade de rodar jogos recentes e exigentes do ponto de vista gráfico em HD (1280 x 720 pixels) e em Full HD (1920 x 1080 pixels).

Por último, está confirmado oficialmente que a consola irá rodar sob sistema operativo Linux baseado no Ubuntu e que terá compatibilidade com o Steam, abrindo as portas à biblioteca de jogos Linux disponíveis no Steam. No entanto poderão ocorrer limitações referentes a jogos que tenham requisitos mínimos acima das especificações técnicas da VCS, situação reconhecida pelos criadores da consola na campanha de crowdfunding.

Para além do conteúdo via Steam, será possível jogar clássicos da Atari dos anos 1970 e 1980 na VCS. Alguns desses jogos estarão instalados na memória, mas será possível adquirir online muitos mais jogos, utilizando o próprio interface da consola.

Mas nem tudo são boas notícias, na nossa opinião a consola é comprometida não só pela sua placa gráfica, com velocidades a rondar os 720 e 1.029 MHz no caso do A10 9700 ou entre os 600 e os 847 MHz no caso do A10 9700E, como também pela quantidade relativamente baixa de RAM, metade da que podemos encontrar nos modelos de entrada das consolas rivais.

Existem dois modelos A10 com a arquitetura escolhida para a nova consola: o 9700 e o 9700E, a diferença é que o segundo modelo é menos poderoso, consome menos energia e tem processamento gráfico inferior. A promessa de baixa emissão de ruído e consumo, descrita na página oficial da campanha de crowdfunding, parece indicar que a escolha recairá sobre o 9700E.

Relativamente ao cpu a consola não fica em nada a dever à concorrência, o A10 quad-core da AMD é mais recente e mais rápido que os processadores octa-core Jaguar utilizados nos dois principais rivais, mas no final o processamento gráfico é decisivo e aí poderá ficar aquém. A placa gráfica que acompanha o A10 9700, é inferior à GPU das versões de entrada da PlayStation 4 e Xbox One.

A consola tem lançamento previsto para Julho de 2019 e estará disponível por valores a partir de 199 dólares.

INDIEGOGO

 

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Contactos
%d bloggers like this: