Zx Spectrum – Entrevista exclusiva a Denis Grachev da retrosouls! [retromania.pt]

O retromania teve a oportunidade de entrevistar um dos mais proeminentes programadores dentro da scene do spectrum, o russo Denis Grachev da RetroSouls.  Títulos como DreamWalker alter ego, Sector Invasion ou Tourmaline, são apenas alguns dos títulos que fazem parte do seu excelente portfolio. mas apresentações à parte, fiquem aqui com a nossa entrevista.

Retromania had the opportunity to interview one of the most prominent programmers within the spectrum scene, the russian Denis Grachev of RetroSouls. Games like DreamWalker – alter ego, Sector Invasion or Tourmaline, are just some of the titles of his excellent portfolio, but introductions aside, here is our interview.

RM: Conta-nos um pouco sobre quem é o Denis Grachev

Tell us a little bit about who Denis Grachev is

  • DG: Denis Grachev é um fã do spectrum proveniente do coração da sombria e fria Siberia.

    Denis Grachev is a speccy fan from the heart of dark and cold Siberia.

RM: Qual foi o teu primeiro computador e de que forma te marcou?

What was your first computer and in which way did it influence you?

  • DG: O meu primeiro computador foi um dos muitos milhares de clones do zx spectrum. Aqui na antiga União Soviética tínhamos toneladas deles nos anos 90. Eu tinha 10 anos na altura e foi espetacular. Posso mesmo dizer, que o spectrum definiu o meu futuro como especialista.

My first computer was one of the thousands of zx spectrum clones. Here in exUSSR territory we had a tons of clones back in the 90’s. I was 10-year old at the time and it was amazing. I can truly say that the spectrum defined my future as a specialist.

RM: Na tua opinião a que se deve o sucesso do spectrum na Rússia e porque continua a existir uma comunidade tão grande e ativa lá?

In your opinion, whats the reason for the success of the spectrum in Russia and why there is still a large and active community today?

  • DG: Desde que o spectrum original foi alvo de engenharia inversa e copiado na União Soviética, surgiram toneladas de clones por cá e imensos jogos.
    Era o computador mais barato e acessível nos anos 90. Os países da ex-união soviética viveram tempos negros durante os anos 90, por isso o zx spectrum é mais do que um computador para nós. Para algumas crianças ex-soviéticas era uma forma de entretenimento, é por isso que temos uma comunidade tão grande e ativa.

Since original Speccy was reverse engenered and copyed in USSR we have a ton of clones here and so many games. It was cheap and was the most available computer back in 90’s. There was a dark times for exUSSR countries in 90’s and a zx spectrum is more than just a computer for us. For some exSoviet childrens it was entertaiment, that’s why we have such a huge and active community.

RM: Quando começaste a programar pela primeira vez? em que plataforma?

When did you start coding for the first time? on which platform?

  • DG: Comecei a programar no basic do spectrum quando tinha 12 anos.

I started coding on speccy basic when i was 12 years old.

RM: O que fazes profissionalmente? estás ligado de alguma forma à indústria dos videojogos?

What do you do professionally? Are you connected in any way to the videogames industry?

  • DG: Não trabalho profissionalmente na indústria dos videojogos. Digamos que eu era um programador de jogos Indie, mas agora estou mais focado no desenvolvimento de jogos e demos para o spectrum.

No, i dont work professionally at the video games industry. I may say i was an Indie games developer, but right now i’m focused on speccy gamedev and the demoscene.

RM: Em que momento da tua vida, decidiste dedicar-te mais a sério à programação de videojogos?

What was the key moment of your life when you decided to get more seriously into games development?

  • DG: A resposta mais simples é “eu não sei”. Nunca pensei nisso, aconteceu por si mesmo.

Oh, the simple answer is “i don’t know”. Never thought about it. It happened by itself.

RM: Em que linguagem costumas programar e que ferramentas utilizas?

In what language do you usually code and which tools do you use?

  • DG: Na época utilizava o Blitz3d coder, agora estou focado em c#, no Unity e claro no assembler Z80.

Back in day i used Blitz3D coder, now i’m focused on c# and Unity. And a z80 assembler, of course.

RM: Sabemos que programas os teus próprios jogos, mas quem desenha os gráficos e compõe a música dos teus jogos?

We know that you code your own games, but who draws the graphics and composes the music for your videogames?

  • DG: Tenho imensos amigos na “scene” Russa do Spectrum, eles ajudam-me bastante com a música e os gráficos.

I have a lot of friends in the russian speccy scene, they help me a lot with music and graphics.

RM: Como nasceu a Retrosouls e que elementos fazem parte dela?

How was Retrosouls born, and who are the team elements?

  • DG: Um dia decidi criar uma equipa virtual, uma vez que soa melhor do que apenas DenisGrachev. A equipa da RetroSouls é na verdade apenas uma pessoa normal – Denis Grachev, mas muitos amigos ajudam-me com os gráficos, músicas, ferramentas, etc…Tento trabalhar com pessoas diferentes para motivar o maior número de pessoas possível.

One day i just decide to create a virtual team since it sounds more fun than just a DenisGrachev. RetroSouls Team is actually one regular person – Denis Grachev, but many speccy friends helps me with graphics,music,tools etc… I try to work with different persons to motivate as many people as i can.

RM: A qualidade dos teus jogos são acima da média e levam ao limite as capacidades do spectrum, na tua opinião este sistema ainda tem muito potencial para ser explorado?

Your games quality is above average and they take to the limit the spectrum capabilities. In your opinion, do you think this system still has more potential to be explored?

  • DG: Obrigado! Eu acredito que ainda tem muito potencial, uma vez que ainda não estamos a utilizar os modelos 128k no máximo das sua capacidades dentro do desenvolvimento dos videojogos.

Thanks! I believe there is still a lot of potential, since we still not use the 128k models at the fullest of their capabilities within speccy games developement.

RM: As limitações técnicas do spectrum, são uma motivação extra para ti enquanto programador?

Are the technical limitations of the spectrum an extra motivation for you as a programmer?

  • DG: Sim, exatamente, eu não sou um programador habilidoso e alguns dos meus  jogos como o DreamWalker foram um verdadeiro desafio.

Yes, exactly, i+m not a skilled programmer and some games like DreamWalker was a real challenge.

RM: Em média quanto tempo demoras a produzir um jogo completo?

In average, how long does it takes you to produce a full game?

  • DG: Duas semanas para o motor de jogo e mais duas semanas para níveis e polimentos.

Two weeks for core game engine and plus two weeks for levels and polish.

RM: Como é o teu processo criativo?

How is your creative process?

  • DG: É uma questão complexa, as ideias surgem em qualquer lugar a qualquer hora e talvez sejam inspiradas em outros jogos indie, jogos de spectrum, ferramentas, motores gráficos etc… Depois tento criar um esboço dos sprites e tiles, para ver como se irão comportar no spectrum e crio um protótipo simples para testar a jogabilidade. Depois disso começo a programar, coisa que não gosto, por isso esta é uma fase que pode levar ao cancelamento de um projeto.
    Depois de acabar o motor de jogo, chegamos à parte divertida da concepção dos níveis, etc…

It’s a complex question, ideas can come up at any place and any time, and they may be inspired by any other indie, speccy games, speccy tools, speccy engines or so. Then i try to create a sprites and tiles mockUp to see how it can look at speccy and i create a simple prototype to see how it plays. After that i’m start coding. I don’t like coding, so it’s a time when i can even cancel a project. After i finished the core engine, there is a fun part with level design and so.

RM: Olhando para trás para os jogos que criaste, mudarias alguma coisa?

Looking back at the games you created, would you change anything?

  • DG: Não, eu não gosto de olhar para trás.

Nope, i don’t like to look back.

RM: Por qual dos teus jogos sentes mais orgulho?

Which of your games do you feel the most proud of?

  • DG: Eu adoro o Alter Ego, foi o meu primeiro jogo completo para o spectrum em 2011 e foi portado para inúmeras plataformas retro.

I love Alter Ego, it was my first full game for the speccy back in 2011. And it was ported to numerous retroplatforms.

RM: Que jogos tencionas lançar futuramente, podes falar-nos um pouco sobre eles?

What games do you intend to launch in the future? can you tell us a little bit about them?

  • DG: Neste momento estou a trabalhar num jogo chamado “TwinLight”, é um jogo do género Deflector, com raios e refletores. Espero acabá-lo ainda em 2017.

Right now i’m working on game called “TwinLight“, it’s a Deflector like game with beams and reflectors. I’ll try to finish it still in 2017.

RM: Acompanhas o lançamento de novos jogos para spectrum?

Do you follow the launch of new games for the spectrum?

  • DG: Sim, eu ADORO todos os novos jogos para o speccy e jogo bastante todas as novidades.

Yep, i LOVE every new game for the Speccy. And i play a lot with the new speccy games.

RM: Como vês hoje em dia a scene do spectrum?

How do you see the spectrum scene nowadays?

  • DG: Sinto que existem algumas recessões, mas continua a ser uma das maiores e mais ativas cenas retro.

I feel there is some recessions, but it’s still a one of the most active retroscenes of all.

RM: Também estás envolvido na demo scene, o que te levou a dedicares-te ao desenvolvimento de demos? Que tipo de desafios enfrentas?

You’re also involved in the demo scene, what led you to the development of demos? What kind of challenges do you face?

  • DG: Tenho muitos amigos dentro da demoscene russa do spectrum, por isso eles recrutaram-me.
    É totalmente diferente do desenvolvimento de videojogos e é mais desafiante. A demoscene é o Ex-libris do spectrum, um lugar onde podemos ver o limite do spectrum. Evolui muito enquanto programador e acredito que possa trazer ideias fora da caixa para os meus jogos de spectrum no futuro.

I have many friends from russian speccy demoscene, so they have recruited me. It’s totally diferent from games development and its more challenging.
DemoScene is the Edge of speccy, that place where we can see the limit of speccy.
I have a huge progress as programmer and i believe i can bring some crazy ideas to my speccy games in a future.

RM: Se alguém quiser dar os primeiros passos na programação do Spectrum, por onde achas que deve começar?

If anyone wants to start coding for the zx spectrum, where do you think it should start?

  • DG: A melhor maneira de começar é com informação e livros básicos sobre assembler. Para além disso, também existe uma série de artigos bons de Johnatan Caudwell, que ensinam como programar jogos para o spectrum.

The best way to start is with some basic assembler info and books. Also, there is a nice series of articles from Johnatan Caudwell that teaches how to develop games for the speccy.

RM: Qual a tua opinião sobre o spectrum next? tencionas desenvolver no futuro algum jogo optimizado para ele?

Whats your opinion about the spectrum next? Do you intend to develop any optimized games for it in a near future?

  • DG: Eu adoro-o visualmente, mas também adoro desenvolver jogos com as limitações originais do spectrum, sem essas limitações não é um spectrum.
    Se eu precisasse desenvolver um novo jogo retro com sprites e tiles, focaria-me na NES, não no Next.

I love how it looks, but i’m also love to develop games with original speccy limitations. Without those limitations it’s not a Speccy.
If i need to develop a new retro game with sprites or tiles, i would focused on the NES or so, not on the NEXT.

RM: O nosso muito obrigado em nome do staff do retromania e de todos os fãs portugueses pela entrevista que nos disponibilizaste.

On behalf of the Retromania staff and all the Portuguese fans, thanks for the interview you gave us.

  • DG: Obrigado pela entrevista, adoro o vosso site, continuem o bom trabalho!

Thanks for the Interview, love da site. Keep up the good work!

RETROSOULS
http://www.retrosouls.net/

REVIEWS